Bebê nascido anão comprova traição em despedida de solteira

Terminou na Justiça da Espanha, na semana passada, um rumoroso caso de investigação de paternidade. Um homem buscava anular o registro de seu filho que nascera com nanismo. As informações são do jornal inglês The Mirror, que todavia não divulgou os nomes dos envolvidos.

Ele relata que a noiva teve sua despedida de solteira na noite anterior ao casamento. Algumas semanas depois da cerimônia, a mulher contou ao marido que estava grávida. Porém, quando a criança nasceu com nanismo, surgiram as desconfianças.

Depois de DNA, provas e contraprovas, a ré terminou admitindo que, na despedida de solteira com as amigas, numa boate - um dia antes do matrimônio - conheceram um ´stripper´ anão.

Para se divertirem, algumas foram às intimidades mais profundas num motel.

Como ninguém na família dos cônjuges tinha nanismo, a mulher terminou contando o que havia acontecido...

Na audiência em que houve a confissão, o juiz conseguiu transformar o litígio em consensual, retirando-se o nome do homem dos assentos de nascimento. As partes concordaram em assinar seu divórcio consensual.

Fonte: Espaço Vital

Canal Direto

Rua Afonso Celso n° 234/238 - Vila Mariana/SP - Cep: 04119-001
(011) 3895-7494
(011) 99935-4028 - Claro
robson@armg.adv.br
Desenvolvido por Webnode