Banco deve pagar R$ 21 mil de indenização para vítima de empréstimos fraudulentos

A 4ª Câmara de Direito Privado manteve, por unanimidade, decisão que condenou o Banco BMG a pagar R$ 21 mil em indenização por danos morais para mulher vítima de cobranças ilegais referentes a empréstimos que não contratou. O processo teve a relatoria do desembargador Durval Aires Filho, nesta terça-feira (21/02).

Observa-se mais um caso de cobrança indevida, demonstrando falha na prestação de serviços da instituição financeira, agindo de forma negligente ao permitir a celebração fraudulenta de contratos por terceiro, sem adotar os deveres mínimos de cuidado e diligência contratual, disse o desembargador.

Conforme os autos, a mulher foi surpreendida com descontos indevidos nos seus rendimentos, oriundos de 21 contratos de empréstimos consignados, todos fraudulentos. Inconformada com a situação, requereu na Justiça a declaração de inexistência dos contratos, devolução em dobro dos valores descontados e indenização por danos morais.

Ao julgar o caso, o Juízo da Comarca de Coreaú condenou o banco a pagar R$ 21 mil à consumidora, a título de danos morais, bem como declarou a inexistência dos contratos. Além disso, determinou a devolução em dobro dos valores descontados indevidamente.

Para reformar a decisão, o banco apelou (nº 0001910-22.2014.8.06.0069) no TJCE. Argumentou que os contratos são todos válidos, que o valor arbitrado a título de danos morais é excessivo e não há motivo para pagar danos materiais.

O colegiado da 4ª Câmara de Direito Privado, no entanto, manteve a decisão no que diz respeito aos danos morais, e reformou a condenação por danos materiais para fixar devolução igual ao valor descontado e não em dobro. Em nenhum momento do processo, a instituição ré apresentou qualquer documento que demonstre que o autor, ora apelado, realizou os contratos de empréstimo, o que demonstra a ausência de responsabilidade do mesmo, explicou o relator do processo.

Fonte: TJCE

Canal Direto

Rua Afonso Celso n° 234/238 - Vila Mariana/SP - Cep: 04119-001
(011) 3895-7494
(011) 99935-4028 - Claro
robson@armg.adv.br
Desenvolvido por Webnode